[hs-blog id=3241783897 limit= cols= showtext=0]

Assessoria de Imprensa para Startups, PMEs e Franquias

Assessoria de imprensa e influenciadores digitais

9/jan/2018 15:56:31 / Autor - Willian Amaral

Willian Amaral

Há poucos anos, para um produto ou serviço se tornar queridinho, bastava que uma grande companhia desembolsasse rios de dinheiro às emissoras de televisão para que a atriz da novela das nove estrelasse uma peça bem mais ou menos em horário nobre. Tal estratégia ainda acontece e funciona, no entanto, as grandes marcas – e até mesmo pequenas e médias companhias – descobriram nos influenciadores digitais um caminho mais curto, econômico e promissor para atingir seu público-alvo.

87% dos entrevistados consomem conteúdo televisivo ao mesmo tempo em que estão on-line

Qual-a-importância-dos-chamados-influênciadores-digitais-1.jpg

O surgimento de celebridades que conquistaram a fama por meio de double taps e views em redes sociais e plataformas de streaming formata um novo modelo de divulgação que ainda está sendo explorado e testado pelas empresas. Uma pesquisa inédita realizada em julho de 2017 pela Provokers para o Google e o Meio & Mensagem mostrou que enquanto a audiência da televisão cresceu apenas 3,1% nos últimos três anos, os vídeos on-line obtiveram um aumento de 90,1% em consumo no mesmo período.

As agências de marketing e assessoria de imprensa têm buscado cada vez mais inserções em perfis de Instagram e canais de YouTube

O levantamento, realizado com 1,5 mil brasileiros de norte a sul do país, também demonstrou que 87% dos entrevistados consomem conteúdo televisivo ao mesmo tempo em que estão on-line. A internet, cada vez mais, transforma telespectadores em “seguidores” e “inscritos” com o trabalho desenvolvido pelos influenciadores.

Diante desse cenário, as agências de marketing e assessoria de imprensa têm buscado cada vez mais inserções em perfis de Instagram e canais de YouTube – tanto aqueles com milhões de seguidores e inscritos, quanto os de pequenos e médios influenciadores com uma audiência mais nichada. O universo de startups e PME’s se volta principalmente para a última opção, devido a valores mais acessíveis para seus merchands e um target mais segmentado.

Tiro certeiro

A divulgação em canais com milhões de acessos é mais vantajosa para empresas que trabalham com um público abrangente, algo que não funciona ou tem menos efetividade para companhias com produtos e serviços específicos. Cabe às agências analisarem o perfil de seus consumidores e se os influenciadores-alvo tem a “cara” de seus clientes. É importante lembrar que, sobretudo em canais especializados, o youtuber só falará de empresas alinhadas à sua imagem e interessantes para seus seguidores.

 Além disso, ao se trabalhar com médios e pequenos influenciadores é necessária uma análise mais minuciosa para não cair na armadilha de perfis que parecem ter abrangência, mas não geram o engajamento esperado. Isso porque conseguir seguidores de forma “ilícita” e fakes é muito fácil no universo digital. Com um bom planejamento e estratégia, as agências devem abraçar o papel de mediação junto a esse novo meio e buscar alternativas a campanhas tradicionais.

Quer saber como a Press Works une assessoria de imprensa e mídias sociais? Agende um horário conosco

AGENDE UMA REUNIÃO ON-LINE

Topics: Assessoria de Imprensa, Influenciadores Digitais, Marketing de Influência, Redes Sociais

Willian Amaral

Escrito por: Willian Amaral

Willian Amaral é assessor de imprensa e social media na Press Works. É jornalista formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e já passou por empresas como CNA Idiomas e Walt Disney World Resort.